Adolescentes da Amazônia e do Semiárido buscam soluções de impacto social em tempos de Covid-19

26/08/2020

Nos próximos dias, cerca de 200 adolescentes de 18 estados brasileiros, reunindo os territórios da Amazônia e do Semiárido, estarão reunidos - virtualmente - para refletir e buscar soluções para melhorar a vida de meninas e meninos em tempos de pandemia. A proposta é da Maratona de ideação digital em tempos de Covid-19, uma iniciativa do UNICEF em parceria com o Porto Digital, Asserte e Bayer, que pretende fortalecer o engajamento cidadão na adolescência. 

Os participantes formarão times para unir forças e criar coletivamente novos caminhos na direção do engajamento, aprendizagem, saúde mental e bem-estar. A mobilização aconteceu por meio dos núcleos de cidadania de adolescentes (NUCAs/JUVAs) dos municípios inscritos no Selo UNICEF e foi direcionada a meninas e meninos com idades entre 14 e 20 anos. Após a pré-inscrição e definição dos times, serão realizados 10 encontros coordenados a partir da metodologia do design thinking visando favorecer a co-criação de soluções pelos grupos. Os grupos contarão com pessoas mentoras e, além de discutir as temáticas, serão capacitados para elaboração e submissão de projetos, implementação de ideias e gestão de tempo, entre outros.

"Acreditamos que será uma oportunidade bastante rica para a criação e troca de conhecimentos entre as meninas e os meninos, com visões e experiências tão diferentes. Nossa intenção é favorecer essa participação ativa de adolescentes e envolvê-los na busca por soluções nesse tempo tão difícil de pandemia e isolamento social", destaca a oficial de desenvolvimento de adolescentes e jovens do UNICEF Brasil, Luiza Leitão. A maratona contará com uma live de abertura e apresentação de desafios e será encerrada com a apresentação do projeto destaque.

Confira abaixo as temáticas abordadas:

  • Quais melhores estratégias de engajamento durante o distanciamento social? 
  • Saúde mental e Bem-Estar durante a Pandemia
  • Desafios de Aprendizagem em tempos de COVID-19
  • Como nasce uma ideia?
  • Rodadas de Mentoria
  • Orientação para submissão de projetos
  • Encerramento e divulgação do projeto de destaque 

Asserte - A Asserte tornou-se parceira implementadora do Selo UNICEF (Edição 2017-2020) e atua, diretamente, em cinco estados nordestinos (AL, PB, PE, PI, RN). Especialistas em políticas públicas e assistentes de projetos acompanham os ciclos de formação do programa e prestam suporte contínuo aos municípios inscritos na iniciativa, visando o fortalecimento das equipes técnicas locais. Neste segundo semestre de 2020, tornou-se também implementadora do projeto de resposta à pandemia de Covid-19. 

Selo UNICEF - O Selo UNICEF é uma estratégia do UNICEF para fortalecer as políticas públicas e reduzir as desigualdades que afetam a vida de crianças e adolescentes em municípios brasileiros da Amazônia e do Semiárido. A Edição 2017-2020 conta com a participação de 1.924 municípios de 18 estados brasileiros, que assumiram junto ao UNICEF o compromisso de priorizar e garantir os direitos de meninas e meninos previstos na Convenção sobre os Direitos da Criança e no Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA).